Páginas

domingo, 4 de maio de 2014

Quem quer manter a ordem?

Encontre um sentido. Por cor, por tema, por década, pelo que você quiser e for encontrar depois. Uma das coisas mais legais da ordem personalizada, também conhecida como bagunça, é ser o único a entendê-la.

Entrei em desespero quando li o post Como você consegue ser tão organizada? do blog da Fabiana Tardochi RECICLAR E DECORAR.
Já tentei de tudo...agenda (inúmeros modelos), post it, alarmes, enfim...não consigo manter a ordem.
Não consigo seguir uma rotina por mais de uma semana que seja.
Já pensei ser TDA e de verdade não teria problemas em assumir isso, mas nem continuidade na terapia eu consegui...
As vezes me chateia deixar tudo pela metade,(tá! não é as vezes) frequentemente me chateio em não seguir o padrão inicio_meio_fim , por exemplo adoro costurar e tenho uma caixa (grande) onde vou deixando as peças cortadas, alinhavadas ... acumulando, lá um dia fico horas acabando tudo.
Neste blog mesmo.Estava tão feliz com ele, mas as coisas foram acontecendo e tudo se transformou em desculpa para deixar para depois.
Uma vez comentei com uma amiga durante uma caminhada que eu só lavava louça uma vez por dia. Fazia questão de até arrumar a louça na cuba da pia para não atrapalhar muito, nem sempre conseguia e ai era o caos total sem espaço para coar o café,kkk, tudo bem não me orgulho disso, mas ela ficou horrorizada dizendo que não conseguia acumular um copo que fosse e blábláblá. Voltei para casa me sentindo mal e corri lavar a louça do almoço+café da manhã+do lanche da noite anterior. Fiquei com a pia limpinha + ou - uns dois dias e depois tudo voltou ao normal. Agora com a seca da Cantareira não me sinto nem um pouco mal. Aliás pensando nesta minha amiga ela também normal não era não, pode uma pessoa sentar para assistir um programa na tv que adora e não relaxar, ela mesma me disse que ficava analisando o móvel da tv enquanto assistia e durante o intervalo aproveitava para passar um pano e tirar o pó do móvel, do chão...aff! E avida toca...
Engraçado que nem a minha bagunça segue uma ordem. Acabei de dizer que lavo a louça uma vez por dia mas esta não é uma regra, meu recorde foram 3 dias (sem panelas,né) mas de repente lavei a do almoço e antes de dormir lavo oque tiver lá.
Roupa pra passar então...Fica uma montanha,kkk. Um dia aprendo, ou não, mas quem sabe arrumo alguém pra me ajudar né?
Meu bebê está com 8 meses e sei lá ele tirando um cochilinho gostoso agora de tarde me deu vontade de sentar e escrever...não que não tenho milhões de outras coisas para fazer, acreditem tenho. Mas deu saudade deste espaço que é meu.
Quem sabe logo volto de verdade...



Ps.: Mas a respeito da Fabiana Tardochi, devo dizer que no minimo ela é muito disciplinada e resolvi escrever e deixar o link do post dela que é muito bacana por admirar sim e muito sua organização, pois se é este o estilo de vida que ela gosta está de parabéns.Se fosse uma avaliação, minha nota para ela seria a máxima com louvor e uma pontinha de inveja,kkkk. Bjs

quinta-feira, 18 de julho de 2013

Não precisamos ter TUDO!!!!!


Quase 8 meses, quase lá. A barriga pesa, o corpo dói, dormir bem a noite toda?! Não isso não me pertence mais.É só deitar e acomodar os dois travesseiros na cabeça para não ficar sem ar, mais um fininho na barriga e achar que estamos bem tranquilos para começar a pegar no sono que dá aquela vontade absurda de fazer xixi, isso repetidas vezes numa mesma noite, toda noite, mesmo eu evitando liquido perto da hora de dormir, oque só piora, pois a vontade é a mesma oque muda é a quantidade de liquido que sai,rsrsr.
Tanta coisa ainda para fazer, comprar...na verdade estamos curtindo. Mesmo sem grana (talvez não de para pintar o quarto de azulzinho como eu queria), sem berço ainda, sem enxoval novinho...ganhei tanta coisa de 2ª mão, peças que foram do filho de uma amiga (peças usadas mas bem cuidadas) que fiquei tão feliz em receber que fico pensando se esse menino vai precisar de mais. Claro que vou acabar comprando algo novo, mas o mínimo possível, esta é a meta.
Como o meu mais novo está com 9, não tinha nada guardado, fui dando para familiares, amigos ou quem estivesse precisando, tem aquele ditado: QUEM DÁ OQUE TEM, A PEDIR VEM. rsrrsrs. Mas nunca fui de ficar guardando nada e roupinha de bebê achei que precisaria comprar só para os meus netos,enfim.
Verdade seja dita, é muito diferente ser mãe de novo depois de quase 10 anos, meu corpo, bem sobre este é melhor nem entrar em muitos detalhes, minha cabeça está totalmente diferente.
Tenho uma sobrinha que no auge dos seus 23 anos está quase parindo sua 1ª filha, quanta ansiedade e planejamento para tudo, ela deve estar para parir literalmente e não se aguenta, quer ver logo a carinha, pegar no colo, usar o enxoval todo lilás novinho, bem lavado, passado...uma delicia. Eu também quando engravidei da 1ª fiz questão de um monte de coisinhas, principalmente por ser menina, tudo com muito fru-fru, por isso não estou julgando não acho que ela está certissima e tem que curtir tudo MESMO.
Comigo não. Não que eu esteja sendo uma mãe relaxada e tal, pelo menos não me considero. Mas minhas prioridades são outras. Se meu filho pode ser bem acolhido com o básico não posso e nem quero ostentar nada. Quero priorizar o ser e não o ter. Quero que ele perceba desde já que ninguém tem tudo na vida e nem precisa ter nada para ser feliz.
Sinto que em nossas vidas teremos muitas alegrias, nossa família mais unida e consequentemente mais feliz.

domingo, 16 de junho de 2013

Um domingo qualquer...


Tempo, só o tempo tem o poder de curar nossas feridas, acalmar nossos corações...com o passar do tempo passamos a ter novos hábitos, novas expectativas...
Amanhã completo 27 semanas de gestação e quanta coisa já mudou dentro ( e fora) de mim.
O ciúmes dos irmãos já deu lugar a muito carinho e expectativas, a minha surpresa, o meu medo já foram substituídos pelo amor incondicional para o pequeno Leonardo.
Enquanto minha barriga cresce (e como cresce) me sinto cada dia mais bonita e mais forte em saber que ele está bem.
Falando em mudanças que acontecem naturalmente com o passar do tempo me vejo agora com quase 38 tão mais feliz e segura.
Ontem mesmo fui muito elogiada na festa que teve na escola dos maiores, sem convencimento estou me sentindo bonita, então foi natural receber tanto elogio,rsrsrs, claro que é muito bom ouvir,mas o mais legal é que não precisava ser dito, porque a minha beleza está vindo de dentro.
Percebo que tudo tem outro sentido, rezo para conseguir dar ao Leonardo um mundo de amor e que em meus braços consiga protege-lo enquanto ele precisar.
Com a sensibilidade a flor da pele, agradeço muito por tudo oque tenho.